SOU ESPIÃO (I Spy)

0

O título original, “I Spy”, nos remete a um seriado de televisão que foi muito badalado nos anos 60. Parece que a intenção era justamente atualizar a ação daquele e dar-lhe injeção nova. Mas, a coisa fluiu para um filme – novamente, mais um – entre parceiros. O problema é que os dois atores principais não tem carisma algum. Na verdade, Eddie Murphy, de fracasso em fracasso, vai terminar pendurando as chuteiras, ele que, em verdade, é um dos atores mais antipáticos de Hollywood. O outro, Owen Wilson, conseguiu marcar pontos junto a Jackie Chan em “Bater ou Correr” e tem se saído bem quando o diretor contém seus esgares. A diretora Betty Thomas não prima pela criatividade. Logo, “Sou Espião” teve cair na vala comum dos filmes de investigadores em dupla. Wilson é Alex Scott, um integrante do FBI, onde não é exatamente um vencedor – tanto que não consegue nem se declarar à bela agente Rachel Wright (Famke Janssen). Murphy é Kelly Robinson, um ex-campeão de boxe, cuja última missão aconteceu em Budapeste. Os dois primeiro se odeiam, claro, mas depois juntam os trapos para ir combater o vilão Arnold Gundar, um conhecido traficante de armas… Fique de Olho – Se a opção é torcer por Wilson e Murphy, observe o talento de Malcolm McDowell, o genial interprete de “Laranja Mecânica”. Ele sempre foi um ótimo vilão. Site Oficial

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais