Vovó – zona 2

0

(Big Moma´s House 2). EUA, 2005. Direção de John Whetisell. Roteiro de Don Rhymer., baseado em personagens criados por Darryl Quarles. Produção de David T. Friendly, Michael Green. Diretor de Fotografia: Mark Irwin. Desenho de Produção: Craig Stearns. Música de George S. Clinton. Edição de Priscilla Nedd Friendly. 99min. Cia. Produtora: Regency Enterprises, deep River, Firm Films,  Runteldat Entertainment, New Regency e 20th Century Fox. Distr. no Brasil: Fox Films do Brasil. Elenco: Martin Lawrence, nia long, Emily Procter, Zachary Levi, Mark Moses, Kat Dennings, Chloe Grace Moretz, Marisol Nichols, Josh Flitter, Dan Lauria, Jascha Washington, Preston Shores, Trevor Shores, Sarah Joy Brown.

 

Gênero: Comédia.

 

Sinopse – Embora casado com Sherry e vivendo uma vida tranquila, Malcolm aceita uma nova missão, que consiste em apanhar uma assassina conhecida como Viúva Negra, uma mulher perto dos 60 anos que se casa com homens ricos e os mata. Ela vive em uma comunidade de Miami. Para descobrir o paradeiro da suspeita, o policial volta a se vestir como a avó de Sherry, Hattie Mãe Pierce, a Vovozona.

 

Apreciação – É uma disputa acirrada entre Eddie Murphy e Martin Lawrence para se saber qual dos dois é o mais chato dos atores negros de Hollywood. Enquanto Murphy dá uma parada nos seus filmes, por conta de dois ou três fracassos seguidos, Martin Lawrence avança alguns corpos na disputa refazendo o seu personagem do primeiro “Vovó…zona”. Esta era uma comédia policial baseado numa piada só: o travestismo de um policial numa velha de 60 anos, gorda, feia e faladora ao extremo. Pois a tal Vovozona volta em nova comédia que é apenas um caça-niquel, aliás, co-produzida pelo mesmo Martin Lawrence. A crítica americana detestou o filme. O diretor Whitesell é veterano de seriados para a telelvisão e, na tela grande, dirigiu “Garota do Calendário” (não confundir com a versão de Nigel Cole) e “Seqüestro em Malibu” (Malibu´s Most Wanted), ambos só lançados no Brasil no DVD e VHS

 

Fique de Olho – Em Nia Long. Muito bonita e até talentosa, Miss Long não tem conseguido boas oportunidades em Hollywood. Mas, também não vai ser este filme a redimi-la.

Comentários