Workshop de dança “O deslizar pelas imagens”

0
Aulas acontecem entre os dias 19 e 22 de maio (Foto: divulgação)

De origem inglesa e erradicada na Espanha, a bailarina, coreógrafa e pedagoga Michelle Man realiza em Aracaju, entre os dias 19 e 22 de maio, a oficina ‘O Deslizar pelas Imagens’. O evento ocorre na Sala de Dança do Teatro Tobias Barreto e o investimento é de R$ 140 ou R$110 (estudante) e tem apoio do Museu da Gente Sergipana. Informações através de Paula Barreto (9976-7445) e Juliane Elizabeth (9147-2916 ou 9824-71714).

Trabalho atual desenvolvido pela bailarina, a oficina busca explorar consciência corporal através do uso de imagens e da presença consciente da respiração. “Assim, abrimos o corpo para seu posicionamento ideal criando um movimento fácil e, simultaneamente, fortalecedor. Ativamos nossa dança de um lugar sensorial e cada um de nossos movimentos se desenrola com um fim de gerar vitalidade física e poética”, destaca Michelle.

A partir da criação de linguagens entre a improvisação e a coreografia, serão  estimuladas a capacidade de escuta e o compartilhamento do espaço. “Cada dia, como maneira de encapsular o trabalho, serão elaboradas pequenas partituras, dando mais camadas e texturas para nossa compreensão do corpo na dança” ressalta a bailarina.

De origen eurasiática, educação britânica e com mais de 20 anos de carreira na dança, Michele participou do corpo de bailarinos do renomado Ballet Espanhol Rafael Aguilar. Seus alunos são bailarinos profissionais, artistas circenses, atores e amantes da dança.

Sobre a bailarina Michelle Man

Após participar de diversos trabalhos em escolas e centros de arte na Europa, em 1996 criou o seu próprio grupo chamado Michelle Man & Friends. Desde então, tem realizado espetáculos, participado de festivais e peças que tem como temática espaços urbanos e insólitos. Michelle dirige concebendo o espetátculo como uma totalidade: composição musical, figurino, espaço cênico, e iluminação estão em função da criação. Em todos os seus trabalhos, existe um denominador comum: a busca pela linguagem coreográfica que se baseia na qualidade do movimento, na escuta e no desenvolvimento corporal, valorizado pelas suas matrizes, física, energia.

Fonte: organização do evento

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais