WebSérie do Sebrae Sergipe fala de empreendedorismo com muito humor

0

A websérie Negócios à Parte, produzida pelo Sebrae Sergipe, apresenta um conjunto de vinte episódios que, utilizando uma linguagem popular, cômica e inteligente, contará histórias que fazem parte do dia a dia dos empreendedores e apresentará as soluções disponibilizadas pela instituição para auxiliar esse público.

 O projeto nasceu para atender uma necessidade do Sebrae de estreitar o relacionamento com os seus clientes por meio dos canais digitais. A partir de uma análise do comportamento dos empreendedores atendidos pela instituição, que cada vez mais estão buscando orientações por meio das plataformas online, surgiu a ideia de criar um produto que facilite a disseminação de conhecimentos relacionados ao ambiente empresarial.

 “A pandemia ajudou a reforçar uma tendência que já vínhamos observando, que é busca crescente por parte dos empreendedores de formas alternativas de atendimento. Ampliamos a nossa presença desde o ano passado no ambiente digital e estamos buscando cada vez mais criar novos produtos que possam corresponder à demanda do nosso público. A websérie nasce com a proposta de atender essa nova demanda por conteúdos que possam enriquecer o conhecimento do nosso público”, explica o superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado.

 Os vídeos terão a duração de 3 a 5 minutos, com conteúdo de forte apelo ao compartilhamento e engajamento, e irão abordar temas como gestão financeira, inovação, marketing digital, registro de marcas, comportamento online e até mesmo os golpes que são aplicados contra os empreendedores.

 Já estão disponíveis os três primeiros episódios que podem ser vistos tanto no Instagram, quanto no Youtube, é só acessar a playlist https://bit.ly/negociosaparte e acompanhar toda semana uma nova e bem humorada situação.

 Equipe

A gravação da websérie Negócios à Parte contou com a participação de uma equipe de 17 profissionais, composta por atores, diretor de fotografia, auxiliares de produção, cinegrafistas, produtores executivos, roteiristas e maquiadores, sob a supervisão do gerente da Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae, André Gusmão. As gravações foram realizadas entre os meses de junho e agosto, seguindo todos os protocolos sanitários e testagem semanal para a Covid-19.

 Além de atender às necessidades do Sebrae, o projeto também buscou oferecer uma oportunidade de trabalho para os profissionais que atuam no mercado audiovisual sergipano, um dos mais impactados pela pandemia. “Nosso setor ficou parado durante vários meses e todos nós encontramos dificuldades para obter renda nesse período. Esse trabalho foi importante para ajudar a movimentar a nossa cadeia, gerando ocupação para várias pessoas e nos estimulando a continuar exercendo o trabalho”, ressalta o ator Saulo Duque.

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais