12 votos decidem quem dirige o Sebrae

0

Uma eleição que não é regida pelos Tribunais Eleitorais e que tem um corpo de eleitores de apenas 12 pessoas está movimentando a vida política do Estado. Hoje, depois das 9 horas, o Conselho Administrativo do Sebrae reúne-se para eleger seu novo presidente regional. É um mandato de apenas dois anos, com salário dentro do razoável – pouco mais de R$ 600 mil líquidos – mas de enorme influência dentro da sociedade. O Sebrae realiza uma extraordinária política junto a operários do comércio e da indústria e administra programas nas áreas da cultura e do turismo. O governador Albano Franco tem um candidato: Luciano Carvalho, atual secretário de Infra-Estrutura. Filho do ex-governador Celso de Carvalho, é grande amigo do atual governador. O governador eleito, João Alves Filho, também tem um candidato, no caso, Zezinho Guimarães, atual secretário de Indústria e Comércio. Correndo por fora, está Ivan Leite, que dirigiu o órgão até o último dia 5 de abril, quando saiu para ser candidato ao Senado. Ele fez um ótimo trabalho no Sebrae e é muito querido pelos servidores da instituição. São apenas 12 votos. Mas nunca se viu tão pouco voto se tornar importantíssimo para a política sergipana. Até por volta das 11 horas de hoje já se saberá o nome daquele que vai dirigir o Sebrae pelos próximos 24 meses. Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais