A camisinha é o único método de dupla proteção – Almir Santana

0

Razões para usar camisinha: 

1 – Todas as pessoas sexualmente ativas que não usam a camisinha estão expostas às Doenças Sexualmente Transmissíveis e à infecção pelo HIV, independente de sexo, nível de escolaridade, religião, classe social, idade e número de parceiros.

2 – A camisinha é o único método de dupla proteção, prevenindo a gravidez e a infecção pelo HIV/DST. De cores, aromas, tamanhos e texturas diferentes, as camisinhas podem ser   encontradas nas Unidades de Saúde, barracas e stand em campanhas de prevenção, prateleiras das farmácias, bares, supermercados e  sexshops . 

3 – Os métodos anticoncepcionais recomendados pela igreja ( os chamados métodos naturais – tabelinha, temperatura corporal e muco cervical)  são pouco utilizados pela sociedade, apresentando  baixa eficácia e alto  risco de gravidez, sendo totalmente inseguros na prevenção das DST  e infecção pelo HIV ;

4 – A camisinha de boa qualidade ( logomarca do INMETRO e registro do Ministério da Saúde), quando utilizada de forma consistente e correta, protege em até 100%.
Sempre houve um grande questionamento em torno da existência de poros nos preservativos em decorrência da própria matéria-prima utilizada na sua fabricação, o látex. Entretanto, esta hipótese não se confirmou nas diversas  pesquisas mundiais que buscavam detectar poros naturais nos preservativos.  Utilizando-se o Microscópio Eletrônico para ampliar os preservativos, nenhum poro foi encontrado, mesmo quando os preservativos foram esticados.

5 – A disponibilização dos preservativos para a população sexualmente ativa não incentiva as relações sexuais. A freqüência da atividade sexual independe da presença  do preservativo. O mundo mudou e existem outros fatores que contribuem para o estímulo à sexualidade.

6 – Os dados recentes do Ministério da Saúde mostraram que a Aids afeta mais o sexo feminino entre 13 e 19 anos: para cada 6 meninos com Aids , há dez meninas. Considerando todas as faixas etárias, para cada 15 homens com Aids , há 10 mulheres. Também foi mostrado que as pessoas, entre 15 e 24 anos, têm mais parceiros eventuais do que indivíduos de outras faixas etárias. A cada minuto 10 pessoas são infectadas no mundo pelo HIV.  A cada 14 segundos um jovem é infectado pelo HIV no mundo. . São importantes motivos para o incentivo ao uso da camisinha junto à população jovem.

7 – Existem organizações religiosas que pregam a abstinência sexual como única forma 100% segura de combater a gravidez precoce, e também a Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. Não há dados científicos que comprovem que abstinência evita a Aids. Já educação sexual e uso de camisinha, sim, pois retardam a primeira relação sexual entre adolescentes e diminuem a gravidez precoce. Nas  regiões mais conservadoras de países e onde as campanhas de abstinence-only (abstinência apenas) são amplamente difundidas, houve um considerável aumento dos casos de Aids.  No fundo, no fundo, a Aids acaba sendo usada para reforçar os valores dogmáticos, ideais de fidelidade, de sexo só após o casamento e com uma única pessoa. As instituições religiosas devem servir como  propagadoras de informações corretas sobre a Aids, e não obstáculos à prevenção.  Não estamos sugerindo que as igrejas preguem o sexo, mas que conversem com as pessoas sobre prevenção e não condenem quem não quiser seguir a abstinência.

Autor: Almir Santana, Médico Sanitarista da Secretaria de Estado da Saúde de Sergipe

Confira abaixo a opinião do Pe. Anderson Pina:

Igreja defende a unicidade do ser humano

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais