A Casa de Detenção continuará superlotada

0

Prevaleceu o bom senso. O desembargador Barreto Prado concedeu liminar ao Governo do Estado, impedindo a desocupação imediata – o prazo de 10 dias já havia chegado ao final – da Casa de Detenção do Bairro América, aquele que um dia foi chamado de Reformatório Modelo. Um lugar para abrigar 180 detentos, tem hoje mais de 600 – isso quer dizer que o Estado está brincando com fogo num local de muita pólvora. É preciso fazer algo de imediato. Mas, em apenas 10 dias, conforme o prazo concedido por uma juíza, é impossível relocalizar tanta gente, principalmente gente perigosa como as que moram lá. Bem que a Secretaria de Justiça tentou construir um presídio no bairro Santa Maria, mas, na base de necessidade urgente – sem licitação, portanto – não deu certo. O impasse está criado: l) é preciso tirar aquele mundão de gente de um presídio que não oferece segurança. II) é preciso construir com urgência um novo presídio. Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais