A eleição que não aconteceu

0

Uma liminar impetrada pelo vereador Marcélio Bomfim impediu que a Câmara de Vereadores realizasse sessão extraordinária ontem pela manhã, para a eleição da nova Mesa Diretora. Havia apenas uma chapa inscrita, comandada pelo vereador Sérgio Góes, a se reeleger pela quarta vez. A sessão já estava sendo realizada há 30 minutos, quando o oficial de justiça chegou com a liminar, sendo encerrada imediatamente. A mesa diretora tentou derrubar a liminar através um hábeas-corpus conseguido através de desembargador. Como não foi possível, a convocação ficou para hoje pela manhã. O vereador alega que a eleição só pode transcorrer depois que ocorrer todas as votações, e com o ano legislativo plenamente encerrado. Anteriormente, as eleições da Câmara – como da Assembléia – ocorrem na primeira sessão de abertura dos trabalhos legislativos, mas uma alteração na Legislação a adiou para a última sessão legislativa do ano.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais