A “saia justa” de Jackson Barreto

0

Jackson Barreto certamente não esperava ficar na "saia justa" que ficou no começo da tarde do último sábado, na sessão da Câmara de Vereadores que concedeu o título de cidadania ao governador Albano Franco. O orador oficial deveria ser o vereador Roberto Santos, conhecido por "Roberto Galo", que, todavia, transferiu a tarefa para o secretário de Justiça, Jugurta Barreto, irmão de Jackson. Ele fez um discurso inspirado, mostrando os bons números do Governo de Albano Franco. Foi na parte política do discurso, que o Jugurta pegou o irmão de surpresa, ao exigir que ele apóie a candidatura de Bosco Costa ao Governo do Estado. Jackson não soube o que dizer. Sabe-se que Jackson tem negociado com o PT o apoio do seu partido, o PMN, inclusive colocando o seu aliado, o João Augusto Gama, como candidato a vice ou a senador. Enquanto todos riam e aplaudiam – naturalmente, até o governador – Jackson corou. Saia justa maior do que essa, impossível.

Comentários