Abertura de encontro de quilombolas reúne comunidades rurais negras

0

Aconteceu na noite de hoje, dia 16, a abertura do I Encontro de Mulheres de Comunidades Rurais Negras Quilombolas de Sergipe. Na oportunidade, estiveram presentes mulheres negras quilombolas residentes nos povoados Mussuca, no município de Laranjeiras; Calumbi, em Nossa Senhora do Socorro; Patioba, em Japaratuba e Mocambo, localizado no município de Porto da Folha. Além disso, prestigiaram o evento membros da Sociedade Afro Sergipana de Estudos e Cidadania – Saci -, o prefeito em exercício, Edvaldo Nogueira, o representante, como coordenador, da Coordenação Eculmênica de Serviços – Cese – Abel kanau, dentre outros. O evento foi conduzido pela assistente de projetos comunitários da Saci, Márcia Vieira. “O Brasil tem as chagas abertas do racismo e do preconceito de forma geral. É fundamental então que comunidades como essas lutem para não perder a identidade. A afirmação da cultura negra é fundamental, pois ela faz parte da construção do Brasil e da nossa história”, disse Edvaldo Nogueira. Já Abel Kanau realizou oficialmente o lançamento da publicação Racismo no Brasil: Por Que um programa com Quilombos. “A publicação traz mais de 150 importantes fotos e depoimentos que retratam a cultura negra”, afirmou. O diretor executivo da Saci, José Pedro dos Santos Neto, ressaltou a importância de se implementar a articulação de religiosos afro-sergipanos para se gerar uma organização mais forte. O evento prossegue amanhã, dia 17, e domingo, dia 18, no Seminário Arquidiocesano Sagrado Coração de Jesus – avenida General Calasans, 936 – bairro Industrial.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais