Abordando o Design

0

Roberta Bacelar – Organizadora
Designer é muito mais do que alguém que elabora panfletos e folders. O objetivo do II Entre Nós, evento promovido pelos estudantes do 8º período do curso de Design Gráfico da universidade Tiradentes – Unit – é mostrar que a formação abrange diversas áreas que permanecem no esquecimento em Aracaju.

 

Moda, filmes, embalagens, móveis, tudo é uma questão de design. Segundo a professora doutora Maria Alzira Brum, o design e a comunicação são os saberes e práticas que devem servir de parâmetro para o mundo contemporâneo: o homem percebe,

Roberta e Maria Alzira Brum
sente, aprende e convive através das duas ciências. Convidada para ministrar a palestra de  abertura do evento, que aconteceu ontem, dia 8, a paulista acredita na transdisciplinaridade das duas modalidades.

 

Design, em um conceito simplista, pode ser traduzido por criar, projetar, desenvolver, dar forma. O termo é aplicável em todas as áreas do conhecimento, mas pode ser percebido com mais força no Urbanismo, na Arquitetura, no desenvolvimento de produtos, entre outros. Apesar disso, é impossível para uma ciência continuar sem comunicar sua produção, utilizando-se tanto do design quanto da 

Estudantes e profissionais se reúnem
comunicação, uma vez que a própria maneira de se apresentar já é uma forma de comunicar. Aí se encontra a transdisciplinaridade, o ponto de encontro entre as duas ciências.

 

De acordo com Roberta Bacelar, estudante do curso e uma das organizadoras do evento, a profissão está crescendo em Sergipe e muitas empresas já se conscientizaram da importância do profissional para obter êxito e maior competitividade. “Já temos cinco turmas formadas e mais profissionais qualificados estão sendo agregados ao mercado”, explica.

 

O Entre Nós já é o segundo maior evento da área no Estado. Apesar de não ter sido divulgado o número de inscritos, o Encontro deu um salto qualitativo em relação ao ano passado, quando participaram do evento apenas professores e profissionais do próprio Estado. Para o ano de 2004, vários nomes do design nacional foram convocados.

 

Além da professora Maria Alzira, foi convidado Marcos Buccini para falar sobre “Design e Animação: abertura para cinema”. A palestra estabeleceu uma linha entre o profissional de design e a sétima arte ao falar sobre a utilização do campo pelo cinema no que se refere às aberturas de filmes.

 

Abordar os campos ainda pouco explorados é uma das metas dos novos profissionais da área em Aracaju. A moda, o cinema e muitos outros continuam esquecidos por muitos profissionais e empresas, mas “esses não são campos novos, eles estão lá, porém, não têm tanta atenção quanto os outros”, explica Roberta.

 

Por Wilame Amorim Lima

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais