Acidentes em rodovias federais deixam dois mortos em Sergipe

0
O acidente envolveu uma motocicleta, cujo condutor, por razões desconhecidas, perdeu o controle da direção. (Foto: Grupo Radar Sergipe)

A manhã deste sábado, 9, iniciou movimentada nas duas rodovias federais (235 e 101) que passam por Sergipe. Dois acidentes registrados nas duas rodovias culminaram em vítimas fatais e geraram a necessidade de intervenção no trânsito por parte da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O primeiro registro ocorreu na BR-235, no trecho que divide os municípios de Areia Branca e Laranjeiras, quando o condutor de uma motocicleta perdeu a direção desta e foi ao chão na cabeceira da ponte que delimita os territórios. A vítima foi um homem identificado como Valdek dos Santos, 47, que veio a óbito ainda no local.

“Ele estava sozinho e possivelmente perdeu o controle cochilando. Na sequência bateu na cabeceira da ponte e foi projetado para a pista. Como o corpo ficou na faixa de asfalto, houve o controle de trânsito no local”, explica o plantão da PRF.

O segundo registro se deu no km 185 da BR-101, próximo ao município de Umbaúba, e ocorreu quando uma carreta e uma caminhonete modelo Hillux colidiram. “Em decorrência da colisão, a carreta invadiu um terreno e chegou a derrubar parte de uma residência”, explica a PRF. Na residência não houve vítimas, mas o condutor da caminhonete não resistiu aos ferimentos e morreu ainda na cena do acidente após ser removido das ferragens por uma equipe do Corpo de Bombeiros.

Com o impacto entre a carreta e a caminhonete, o veículo de carga invadiu um terreno e destruiu parcialmente uma residência. (Foto: Grupo Inform Canindé)

Além do condutor, o veículo menor tinha uma ocupante, a qual também foi socorrida em estado grave pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “O condutor da carreta saiu ileso, mas o condutor e a passageira da Hillux sofreram lesões graves. Houve uma ultrapassagem indevida e esta será apurada”, identifica a polícia.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado em ambos os casos e deslocou uma equipe para efetuar a remoção dos corpos.

por Daniel Rezende

Comentários