“Acorda Barra”: manifestantes iniciam protesto na região

0
Manifestantes da Barra dos Coqueiros seguem para a Ponte Constrtor João Alvces (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Moradores da Barra dos Coqueiros prometem fechar a Ponte Construtor João Alves Filho nas próximas horas. A reivindicação faz parte do “Manifesto Acorda Barra”, que reivindica melhorias, moradias de qualidade e desenvolvimento econômico. O movimento promete mobilizar o maior número de pessoas e interromper o acesso ao município.

Neste momento, os manifestantes se aglomeram em frente ao fórum da Cidade e seguirão em direção à ponte. De acordo a representante do Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (Motu), Dalva Graça, os manifestantes já estão mobilizados.

Em nota, os manifestantes relatam que a situação da Barra dos Coqueiros passa por um momento de crise econômica e está sendo “esmagada por um modelo equivocado de “desenvolvimento” que prioriza os grandes projetos como a usina eólica, condomínios de luxo como os Alphavilles e Maikais, enquanto não existem projetos efetivos de moradia popular, de preservação ambiental, de estruturação dos serviços urbanos, de investimentos na educação e profissionalização”. (Sic)

Reivindicações

Os moradores reivindicam moradia popular: disponibilzação das áreas da união para a construção de moradia popular; divulgação do local e do prazo pra a construção das 1000 casas anunciadas; Reserva Mangabeira: demarcação de uma área de proteção ambiental, uma reserva agro extrativista, que venha a beneficiar as comunidades tradicionais, catadoras de Mangaba, pescadores, marisqueiras e pequenos agricultores; área para a coleta seletiva: cessão de área para a realização da triagem e coleta seletiva do CATRE-Cooperativa de agentes no trabalho da reciclagem; educação: estruturação material das escolas públicas, ampliação de turmas de ensino médio nas escolas municipais, bem como novas escolas municipais.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais