Acúmulo de lixo incomoda trabalhadores dos Mercados

0

Lixo é depositado em caixas e no chão (Fotos: Portal Infonet)

Acúmulo de chorume causa mau cheiro

Maria Selma: "já passei mal por causa do mau cheiro e dos insetos"

Comerciantes, clientes e trabalhadores da região dos Mercados convivem semanalmente com o acúmulo de lixo na área dos estacionamentos. Os restos provenientes da limpeza dos Mercados são depositados em caixas e no chão, causando mau cheiro e sujeira. Os trabalhadores reivindicam a retirada do ponto de lixo, e denunciam a possibilidade de contaminação.

Maria Selma da Silva é guardadora de carros e afirma já ter sofrido problemas de saúde por causa do lixo. “Eu e meu marido trabalhamos aqui há muito tempo e sempre foi assim. O pessoal coloca o lixo na caixa, que quase sempre está furada. Por isso, a água escorre e fica um mau cheiro terrível, além da lama. Cheguei a passar mal algumas vezes por causa do fedor e dos mosquitos”, conta.

Segundo Maria Selma, os trabalhadores da área já tentaram resolver o problema por conta própria, sem sucesso. “De vez em quando eles lavavam, mas não era freqüente. Eu e o pessoal que trabalha aqui passamos a trazer o material para que a gente mesmo limpasse, mas não deu resultado por que logo depois sujava tudo de novo. A gente já tentou conversar para mudarem de lugar também, mas não tivemos resposta”, diz.

Livaldo Soares, comerciante no Mercado, afirma que o mau cheiro atrapalha as vendas. “O povo não gosta muito de vir aqui por causa do cheiro forte. E o pior é que é sempre assim, e a gente fica até com medo de pegar uma doença. O certo seria retirar o lixo daqui e colocar em algum lugar específico, longe de onde as pessoas circulam”, opina.

Torre

O Portal Infonet tentou entrar em contato com a Torre, empresa responsável pelo serviço de coleta de lixo, mas não obteve sucesso. Continuamos à disposição através dos contatos (79) 2106 8000 e jornalismo@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais