Acusada de matar o companheiro em Laranjeiras alega legítima defesa

A mulher se apresentou à polícia e alegou legítima defesa (Foto: SSP)

A mulher suspeita de matar o companheiro a facadas em frente de casa em Laranjeiras se apresentou à Polícia Civil. Ela confessou o crime e alegou ter agido em legítima defesa.

No último sábado, 17, um homem foi morto em frente a sua residência no povoado Mussuca, em Laranjeiras. Após investigações, a Polícia Militar (PM) apontou a esposa da vítima como a principal suspeita do crime.

Segundo os advogados Alexia Sthefani Melo e Ariel Alves, a mulher se apresentou à Polícia Civil um dia após o ocorrido, no último domingo, 18, e prestou depoimento detalhado, sendo liberada em seguida. A defesa da suspeita afirmou ainda que a ela agiu em legítima defesa diante de uma ameaça à sua integridade física.

“Estamos confiantes de que a investigação policial comprovará que a nossa cliente agiu dentro dos limites da legítima defesa. Permanecemos à disposição para qualquer esclarecimento.”, completaram os advogados em nota.

Conforme nota divulgada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), a mulher compareceu à delegacia acompanhada dos advogados e apresentava hematomas visíveis. Diante da situação, uma perícia foi requisitada para a contestação das lesões.

Ainda de acordo com a SSP, a irmã da vítima disse que a mulher havia usado uma faca de serra para cometer a agressão após uma discussão dentro da residência. Ela ainda relatou que o casal brigava frequentemente por ciúmes da companheira, que residia junto à vítima há cerca de um ano.

A Polícia Civil segue com investigações para esclarecer os fatos e tomar as medidas necessárias referentes ao caso.

Por Carol Mundim e Verlane Estácio

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais