Acusado de dar guarida a Floro é solto

0

Floro fugiu usando jaleco e peruca
F
Os argumentos do advogado Emanuel Cacho foram acatados pela juíza Iolanda Guimarães, da 5ª Vara Criminal, que determinou a liberação do empresário José Dagoberto Teotônio Silva.

Ele foi preso no último sábado, 14, em Maceió (AL), acusado de ter colaborado com a fuga do agiota Floro Calheiros, abrigando o foragido da justiça sergipana em sua residência. O advogado Emanuel Cacho alegou que o empresário já tinha sido ouvido no inquérito e não participou da fuga de Floro no domingo, 21 de dezembro, das dependências do Hospital São Lucas.

Agora, Dagoberto Teotônio, pretende mover ação contra o Estado de Sergipe, por conta de constrangimento pela prisão, tendo sido algemado na frente dos filhos e da esposa.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais