Acusado de matar ex-companheira em São Cristovão é preso

0
José Rivaldo Santos é suspeito de matar a ex-mulher (Foto: SSP)

Policiais da equipe da 5a Divisão do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) localizaram José Rivaldo Santos, 50, acusado de matar, com golpes de arma branca, a ex-companheira Carolayne de Jesus Santos, 19, em São Cristovão. De acordo com informações do advogado Miguel Caetano, que atua na defesa do acusado, José Rivaldo teria se apresentado espontaneamente à polícia e confessado o crime, atendendo, inclusive, orientação da própria família.

O acusado foi conduzido para a 5a Divisão do DHPP, onde presta depoimento. Ele está sendo ouvido pelo delegado Luiz Carlos Xavier, que está à frente das investigações. Segundo o advogado, o acusado confessou o crime, alegando que teria reagido a agressões que teria sofrido. “Ela foi na casa dele na noite anterior, deixou a criança e foi buscar no dia seguinte de manhã. Eles discutiram. Ela deu dois tapas nele e ele revidou”, conta o advogado. “Ele se desesperou no momento e perdeu a cabeça”, conta o advogado.

Miguel Caetano garante que o cliente se apresentou espontaneamente (Foto: Portal Infonet)

Carolayne Santos sofreu golpes de faca no povoado Rita Cacete, em São Cristovão. De acordo com o advogado, o casal teve uma convivência que durou quatro anos e está separado há cerca de cinco meses. “Ela já estava em outra relação, mas frequentemente ia à casa dele pedir dinheiro para manutenção do filho”, diz o advogado. Durante o depoimento do acusado, o advogado Miguel Caetano apresentou um boletim de ocorrência registrado pelo acusado no dia 15 de setembro deste ano, denunciando que José Rivaldo recebia ameaça de morte, que teria sido praticada pela vítima e pelo atual companheiro dela.

O delegado Luiz Carlos Xavier confirmou a versão do advogado. Segundo o delegado, os policiais do DHPP entraram em contato com a família, que informou o intuito do acusado de se apresentar à polícia. Ele estava em uma mata no município de Salgado e, em comum acordo, se apresentou aos policiais na manhã desta sexta-feira, 16. O acusado permanecerá preso e o inquérito policial será concluído nos próximos dez dias. A filha do casal prestou depoimento também, confirmou a relação conflituosa dos pais, e há outras pessoas que também serão ouvidas para a conclusão das investigações.

Por Cassia Santana

A matéria foi alterada às 15h50 para acréscimo da foto do suspeito enviada pela SSP
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais