Acusado de metralhar povoado em Propriá é preso ao chegar em Fórum

0
Polícia Civil articula ação para prender suspeito em audiência no Fórum
(Foto: Allan de Carvalho/Ascom SSP)

Foi preso, na manhã desta quinta-feira, 12, no Fórum Judicial de Pacatuba, um homem acusado de integrar uma suposta organização criminosa que atuava em assaltos e tráfico de drogas no interior do Estado. De acordo com informações do delegado João Eduardo Dantas, regional de Propriá, o homem preso, identificado como Antonio José da Silva Neto, conhecido como Bareta, é acusado de ter participado, no ano de 2017, de duas ações que aterrorizaram a comunidade do povoado São Vicente, em Propriá.

Conforme o delegado, a primeira ação criminosa ocorreu no dia 5 de abril de 2017: uma tentativa de assalto, que culminou com a morte de um dos acusados pelo crime. A segunda ação violenta contra a comunidade aconteceu no dia seguinte [6 de abril], que teria sido articulada como represália à reação da comunidade ao assalto, que culminou com a morte de um dos assaltantes, identificado como Alex Samuel Bastos, de 24 anos à época, que foi linchado pela comunidade.

De acordo com o delegado, a vingança foi articulada pelo pai de Alex Basto, identificado como Josenildo Vieira Bastos, conhecido como Turiba, acusado de liderar a quadrilha. Turiba teria se reunido com os aliados e decidiu fazer a vingança, invadindo o povoado no dia seguinte ao assalto e disparando vários tiros contra a comunidade. Nesta ação Rafaely Santos Silva foi atingida e morreu no local e outras duas pessoas ficaram feridas, entre elas uma criança.

Prisão

Conforme o delegado João Eduardo, os integrantes desta quadrilha foram identificados e a grande maioria está presa. Dois deles, foram localizados no Estado de São Paulo, segundo o delegado. Com a prisão de Antonio José, o Bareta, ocorrida na manhã desta quinta-feira, 11, em Pacatuba, está foragido está apenas um acusado: justamente Josenildo Vieira Bastos, conhecido como Turiba, pai do assaltante linchado naquela tentativa de assalto ocorrida no povoado São Vicente.

Conforme o delegado, os agentes da Polícia Civil articularam uma ação para prender Bareta nesta quinta-feira porque já sabiam que ele tinha sido intimado a comparecer no Fórum de Japaratuba para participar de uma audiência, referente a um outro processo judicial. Ao se apresentar no Fórum pela manhã, o acusado recebeu voz de prisão, atendendo mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz Evilásio Correia, da 1a Vara Cível e Criminal da Comarca de Propriá.

As investigações continuam, conforme o delegado João Eduardo. As pessoas podem colaborar para localizar o suspeito foragido, Josenildo Bastos, o Turiba, transmitindo informações através do Disk Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). Basta ligar para o telefone 181. A ligação é gratuita e a identidade do colaborador será mantida em sigilo.

por Cassia Santana

Comentários