Advogado alagoano levanta suspeitas sobre caso “Zezinho Cazuza”

0

O advogado alagoano Aderval Tenório, em entrevista publicada na edição de ontem do semanário “Cinform”, acusa o jornalista Luiz Eduardo Costa de ter tramado a morte de Zezinho Cazuza em conluio com o Ministério Público e o Judiciário. Diz ele que pretende provar estas ligações no júri a que Zé de Adolfo – acusado de ter praticado o crime a 12 de março de 2000, em Canindé do São Francisco – deverá ser submetido nos próximos dias. Jornalista muito conhecido em todo o Estado, proprietário de uma emissora de rádio em Canindé, Luiz Eduardo Costa sempre pautou sua conduta jornalística pela expressão da verdade, aliado a um dos textos mais primorosos da imprensa sergipana. Pensar que ele teria sido capaz de arquitetar a morte do seu próprio funcionário é um absurdo que só cabe na cabeça do advogado alagoano que está querendo se promover ou bagunçar o processo para que o caso não tenha um desfecho. Por Ivan valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais