Aeronáutica inicia investigação sobre queda de ultraleve em Aracaju

0
Aeronave entrou em chamas logo após a queda (Foto: Reprodução/ Vídeo nas redes sociais)

O Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos começou a investigar a queda do ultraleve em Aracaju, ocorrido no último sábado, 28. O acidente levou à morte do piloto Israel Fernandes Graça, de 56 anos, que teve o corpo carbonizado.

De acordo com a Aeronáutica o início da investigação coleta dados fotografando cenas, retirando partes da aeronave para análise, reúne documentos e ouve relatos de pessoas que tenham observado a sequência dos acontecimentos.

Entenda

O ultraleve, uma espécie de aeronave de baixa velocidade e capacidade de peso, caiu sobre uma quadra no conjunto Bugio, na Zona Norte de Aracaju, na tarde do sábado, 29. O piloto era o único tripulante da aeronave, que logo após a queda entrou em chamas.

Dezenas de fotos e vídeos circulam pelas redes sociais. Em um dos vídeos gravados, o ultraleve aparece voando próximo a residências. Nenhuma outra pessoa ficou ferida.

Após o acidente e as primeiras diligências das polícias Militar e Civil, o aposentado Israel Fernandes foi levado para o Instituto Médico Legal. Ao meio dia do domingo, 30, foi sepultado no cemitério Colina da Saudade após culto fúnebre.

por Jéssica França

Comentários