Agosto é o mês com menor número de homicídios em uma década em SE

0
O oitavo mês de 2020 apresentou o menor número desse tipo de crime desde novembro de 2010 (Foto: Jorge Henrique/GTA)

O mês de agosto apresentou o menor número de homicídios dentro de um mês em uma década em Sergipe. No oitavo mês de 2020, foram registrados 45 casos desse tipo de crime no estado. Apenas em setembro de 2010 houve incidência menor do que a registrada neste ano, quando foram contabilizadas 38 ocorrências. O resultado é fruto do planejamento estratégico e das ações integradas entre Polícia Militar, Polícia Civil e Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp).

De acordo com o levantamento feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEACrim), da SSP, no mês de agosto deste ano foram nove casos de homicídios na capital. As demais cidades da Região Metropolitana contabilizaram 14 casos, sendo sete em Nossa Senhora do Socorro, seis em São Cristóvão e um na Barra dos Coqueiros. No interior do estado, foram registrados 22 homicídios.

Redução nas mortes violentas

Em comparativo entre os meses de agosto de 2020 e de 2019, os dados da CEACrim apontaram uma redução de 8,2% na incidência de crimes que tiveram vítimas fatais no estado. Já em análise do mesmo período deste ano com o de 2018, a queda foi de 37,5%. Ainda apresentando redução, foi registrada uma queda de 48,9% entre os meses de agosto de 2020 e de 2017. A retração é ainda mais consistente no comparativo entre o oitavo mês deste ano e o de 2016, quando os índices foram os maiores da história de Sergipe. Houve uma diminuição de 56,7%.

Ações policiais e investigativas

O resultado positivo na redução de homicídios em Sergipe é fruto do planejamento estratégico adotado pelas instituições que formam a SSP. O secretário da Segurança Pública (SSP), João Eloy de Menezes, destacou que, em conjunto com as ações e operações policiais, o trabalho da perícia tem sido fundamental para a diminuição desses crimes no estado.

“Estamos sempre avaliando a segurança pública do nosso estado. A nossa missão é dar uma rápida resposta à população sergipana. Constantemente nos reunimos, avaliamos os índices obtidos e estudamos a mancha criminal. Com o trabalho ostensivo da Polícia Militar nas ruas, com as investigações da Polícia Civil e os exames e laudos periciais da Cogerp, estamos atuando, de maneira firme, na preservação de vidas”, enfatizou.

Fonte: SSP/SE

Comentários