Apae comemora convênios firmados no MPE

0

Audiência realizada nesta quinta-feira, 18, no MPE
O diretor-presidente da Associação de Pais e Amigos dos Especiais (Apae) de Aracaju, Homero Felizola saiu satisfeito da audiência realizada nesta quinta-feira, 18, no Ministério Público Estadual com a promotora Berenice Andrade e representantes das secretarias estaduais e municipais de Educação e Saúde e ainda da Secretaria de Inclusão Social. Homero Felizola comemora os convênios firmados e as propostas de ajuda por parte de órgãos públicos e entidades.

Segundo ele, o convênio com a Secretaria de Estado da Saúde, foi ampliado para R$ 110 mil ao ano para a área do ambulatório e de apoio. “Também foi firmado convênio com a Secretaria Municipal de Saúde. E com a Secretaria Municipal de Educação, o convênio com a Apae permanece, com a cessão de três estagiários, além do fornecimento de merenda aos alunos”, ressalta.

Homero Felizola disse ainda que a Secretaria de Estado da Educação ampliou o número de alunos no transporte dos alunos da Apae. “Antes eram 40 alunos e agora serão beneficiados 50 estudantes que residem área da Zona de Expansão”, destaca acrescentando que a Seides pretende firmar convênio no valor de R$ 67.262,68 para o desenvolvimento de oficinas e manutenção da instituição.

Emsetur

O representante da Apae ressaltou ter recebido nesta quinta-feira, 18, um comunicado da Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) que durante as reuniões do trade hoteleiro, haverá divulgação do trabalho da Apae por meio da distribuição de folhetos. 

“Além de mostrar o trabalho da entidade, os folhetos possuem informações de como aderir à campanha Adote uma Criança Especial. Além do pessoal de Sergipe, os turistas poderão aderir”, enfatiza acrescentando que no próximo dia 07 de junho dará uma palestra para os representantes do trade turístico no sentido de incentivar os empresários a apadrinhar os alunos.

A campanha Apaexone-se incentiva as doações
“Apaexone-se”

A entidade também está desenvolvendo a campanha ‘Apaexone-se por uma Criança Especial’.  “A Associação Comercial de Sergipe (Acese) também está nos apoiando no sentido de estimular os empresários ao apadrinhamento de alunos da Apae.  Até agora já temos 20 alunos apadrinhados por empresários que doam R$ 200 por mês”, anima-se Homero Felizola lembrando que as ajudas tem sido muito boas para que a instituição não volte a fechar as portas.

Brinquedos

Na audiência, a promotora Berenice Andrade sugeriu que as secretarias de Educação do Estado e Município possam verificar a possibilidade de serem adquiridos brinquedos pedagógicos produzidos pela oficina de marcenaria na Apae, além de exposição no Espaço da Galeria J. Inácio, localizada na Orla de Atalaia. 

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais