Após morte de jovem, família acusa empresa de negligência

0

A vítima morreu no local após ser atingida pelo pneu de um ônibus
A dona de casa Marilu Andrade não acredita que o filho caçula teve uma morte tão trágica. O acidente que vitimou Reinaldo Andrade Santos, de apenas 22 anos, deixou a comunidade do povoado São José, localizado na zona de expansão da capital, revoltada. O jovem faleceu após o pneu de um ônibus ter se desprendido e quebrado o seu pescoço. Segundo passageiros que estavam no ônibus da linha Mosqueiro/Centro, o veículo apresentava problemas mecânicos antes do acidente.

“O motorista já tinha saído do ônibus duas vezes para apertar a roda, mas mesmo assim preferiu continuar andando. Sei que ninguém deseja a morte, mas ele preferiu continuar andando e aconteceu essa tragédia com um rapaz batalhador que estava começando a vida”, lembra o amigo José Josenaldo Nunes, ressaltando que o jovem teve morte instantânea.

Josenaldo lembra que o acidente poderia ter sido evitado / Fotos: Portal Infonet
“Assim que a roda se desprendeu, pegou no quebra molas e depois atingiu logo Reinaldo que morreu na hora”, lamenta.

A tia da vitima afirmou que a empresa foi negligente com a família. “Ninguém apareceu para saber como a família se encontra. Estavam mais preocupados com o ônibus do que com a vida que foi perdida. Vamos procurar os nossos direitos porque essa tragédia poderia não ter acontecido”, lamenta Terezinha Maria Santos Rocha.

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a Viação Progresso e a informação é que uma assistente social procurou os familiares e providenciaram o sepultamento do jovem.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais