Aracaju mantém reabertura do comércio e abre a pista de ciclismo

0
Novo decreto autoriza funcionamento do comércio aos sábados (Foto: André Moreira)

Após reunião do Comitê de Operações Emergenciais, realizada na manhã desta sexta-feira, 18, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, anunciou a reabertura do comércio não essencial na capital aos sábados e manteve os estabelecimentos fechados no Dia do São João, no próximo dia 24.

“A partir de amanhã o comércio no Centro e na cidade como um todo está permitido,  ou seja, os serviços não essenciais poderão voltar a funcionar em Aracaju aos sábados”, informa o prefeito.

Outra medida anunciada pelo gestor foi a manutenção do dia 24 de junho, em comemoração a São João, e o ponto facultativo para o serviço público no dia 29, dia de São Pedro. “O dia 24 e o ponto facultativo estão mantidos, porém, nesses dias tudo funciona como um dia de domingo, ou seja, os serviços não essenciais ficam fechados”, ressalta.

Outra novidade anunciada pelo prefeito é a liberação da pista de ciclismo da Orla de Atalaia a partir do sábado, dia 26 de junho. “ A SMTT voltará a fechar a via as terças, quintas e sábado para que a população possa praticar o ciclismo e sua caminhada com segurança como sempre aconteceu”, adianta.

Fogueiras

O novo decreto também proíbe a venda e a queima de fogos de artifícios e de fogueiras na capital. O prefeito pede a colaboração da população no sentido de cumprir o que dizem os decretos. “Pedimos a população que agora no São João e São Pedro não usem fogos e não acendam fogueiras. Nosso decerto proíbe essas práticas tendo em vista que a covid-19 é uma doença pulmonar e a fumaça agrava ainda mais a doença. Outra questão é aglomeração, eu peço que as pessoas não aglomerem nos festejos, continuem usando máscaras, mantendo o distanciamento social e a higienização das mãos”, diz o prefeito.

“ Essas flexibilizações estão acontecendo para que as pessoas continuem desenvolvendo suas atividades sociais e comercias, mas os números da doença na capital ainda são altos. Estamos avançando na vacinação, por isso as liberações, mas precisamos que todos mantenham os cuidados até conseguirmos vacinar toda a população e vencer essa doença. A luta é de todos”, finaliza.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais