Aracaju tem a cesta básica mais cara do nordeste

0

Dois índices, divulgados recentemente, devem estar deixando as autoridades competentes de cabelo em pé. Sergipe conseguiu ser o segundo Estado mais violento do nordeste por dois anos consecutivos, perdendo apenas para Pernambuco. E mais uma vez. Aracaju tem a cesta básica mais cara do nordeste. E a 11ª entre as 16 cidades pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese). No último mês de 2005, a cesta sofreu um aumento de 4,96%, com o custo fixado  em R$ 145,30, enquanto que em doze meses a alta ficou em 10,65%, abaixo do aumento concedido ao salário mínimo (15,4%).

 

O aumento na cesta básica dos aracajuanos decorre da elevação dos preços da maioria dos produtos que compõe a cesta básica. Os maiores vilões foram o tomate (16,76%) e o arroz (16,55%). Em seguida vieram a cerne(5,96%), açúcar (4,62%), feijão (4,40%), leite (2,78%), banana (2,41%). Apenas cinco produto tiveram seus preço mais baixos: café (-11,96%), óleo (-6,45%), manteiga (-2,10%), farinha (-1,46%) e o pãozinho de cada dia (-0,28%).

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais