Arma roubada da PM é localizada em ponto de tráfico

0
Objetos encontrados em imóvel usado por traficantes (Foto: Ascom/SSP)

Uma pistola ponto 40, de propriedade da Secretaria de Estado da Segurança Pública, que foi roubada de um policial militar, e outras armas e munições de uso restrito foram localizadas dentro de uma casa, que seria usada por traficantes como ponto do tráfico de drogas, em Nossa Senhora do Socorro. Dentro do imóvel, também foram encontrados 10 quilos de maconha, um localizador de satélite e um medidor de pressão, de origem duvidosa, segundo informações da SSP.

Estes objetos apreendidos foram localizados por agentes de Polícia do Departamento de Narcóticos (Denarc) na tarde da quinta-feira, 1º, no Loteamento Santa Cecília. Nesta ação, os policiais apreenderam dentro do imóvel 10 quilos de maconha, um rifle calibre 22, uma escopeta calibre 12 e também a pistola calibre ponto 40 roubada de um policial militar, além de duas balanças de precisão [supostamente usadas para pesagem da droga], dezenas de munições de diversos calibres e produtos que teriam origem em prática criminosa, segundo a SSP.

Investigação

Conforme a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública, a equipe do Denarc vinha investigando uma associação criminosa voltada para prática de tráfico de drogas, roubos e homicídios. A SSP identificou que parte dos integrantes da quadrilha estaria residindo naquele imóvel, instalado em local de difícil acesso.

No momento da operação, havia um homem no local que conseguiu fugir, assim que percebeu a aproximação dos policiais. O homem já foi identificado, mas o nome é preservado para não atrapalhar as investigações. Segundo a assessoria da SSP, outros integrantes desta quadrilha já foram presos e as investigações prosseguem.

Estas investigações estão sendo conduzidas pelo delegado André Baronto, da Polícia Civil. Ele informa que o Departamento de Narcóticos já vem intensificando as atividades no combate ao tráfico de droga no município de Nossa Senhora do Socorro e, com a ajuda da população, outras operações serão desencadeadas.

A comunidade pode contribuir com as investigações, transmitindo informações através do Disque Denúncia, pelo telefone 181. A ligação é gratuita e todas as informações serão mantidas em sigilo.

Por Cássia Santana, com informações da Ascom da SSP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais