Assalto a banco tem participação de foragido do Cenam

0
PM continua na região de Pedrinhas para prender assaltantes (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Polícia Militar acredita que o assalto ao Ponto de Atendimento Bancário do Banese de Pedrinhas tenha sido fruto de uma ação articulada por um grupo de deliquentes, com participação de adolescentes em conflito com a lei foragidos do Centro de Atendimento ao Menor (Cenam).  A observação foi feita pelo capitão George Melo, comandante do Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati) da Polícia Militar de Sergipe, que mantém equipes na região realizando diligências para prender o grupo.

O comandante do Gati descarta a participação de integrantes de uma quadrilha especializada em assaltos a banco na ação contra o Ponto Banese de Pedrinhas. Trata-se, na ótica do capitão George Melo, de um grupo de menor potencial ofensivo. Para o capitão, o armamento usado pelos assaltantes é composto por revólveres comuns e não se trata de armamento pesado como se pensou nos primeiros momentos da investigação.

Duas equipes do Gati permanecem articuladas na região de Pedrinhas, realizando diligências, e têm a expectativa de prender os suspeitos ainda nesta sexta-feira, 31. Auditores do Banese continuam apurando o montante roubado, segundo informou a assessoria de comunicação do banco, garantindo que o assalto não trouxe prejuízos para a instituição financeira.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais