Atitudes irresponsáveis

0

Foi no mínimo um comentário deselegante o do governador João Alves Filho de que o presidente da Empresa Sergipana de Turismo – Emsetur -, foi irresponsável ao não proceder o pagamento dos forrozeiros. O que, como se sabe, causou protestos na porta do edifício Maria Feliciana, com direito a um boneco, em tamanho grande, de João Alves filho, alcunhado de caloteiro.

 

Teve até cenas de ameaças a quem protestava por pessoas não identificadas. O pagamento, num total de 75 mil reais, já começou a ser feito, e inclui os forrozeiros que trabalharam na Vila do Bairro e em vários bairros da cidade. Essa “irresponsabilidade”, conforme o governador, foi um dos motivos que levaram a extinção da empresa.

 

O que não chega a ser absolutamente verdade. Mas, se houve irresponsabilidade neste e noutros ecpisódios, por que o governador não demitiu o presidente da Emsetur, Ari Leite? Como governador João Alves tinha obrigação de fazer isso…

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais