Atos contra o governo federal são registrados em Aracaju neste sábado

0
Manifestantes percorreram as ruas da capital (Foto: Instagram CUT)

Trabalhadores, estudantes, movimentos sociais, centrais sindicais e a população em geral participaram neste sábado, 24, de mais um ato em Aracaju, contra o governo federal. Os manifestantes defendem a democracia, vacina para todos, auxílio emergencial de R$ 600 e são contrários à reforma administrativa, privatizações e todos os retrocessos sociais e trabalhistas da atual gestão federal.

Os atos acontecem em todo o país. Em Aracaju, os manifestantes se reuniram no início da tarde na praça do conjunto Leite Neto, próximo ao Palácio do Governo, e de lá seguiram em passeata pelas ruas da capital até o Parque da Sementeira.

Dia do Trabalhador Rural

Outro ato foi registrado na capital neste sábado. Organizações que atuam no campo sergipano realizaram uma caminhada em comemoração ao Dia do Trabalhador e Trabalhadora Rural. Além de protestar contra a fome, desemprego, reformas e ações do governo federal durante a pandemia, o ato também foi solidário.

Ato foi em comemoração ao dia do Trabalhador Rural, comemorado no dia 25 de julho (Foto: CUT)

Alimentos produzidos em assentamentos de reforma agrária e comunidades camponesas foram distribuídos para entidades, com o objetivo de ajudar as diversas famílias em situação de vulnerabilidade na grande Aracaju.

Os trabalhadores se concentraram no trevo na entrada de Aracaju e saíram em caminhada pelas ruas da capital até a praça do Mercados, no Centro de Aracaju, onde aconteceu a benção simbólica dos alimentos que foram doados.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais