Audiência pública avaliará campanha de piercings e tatuagens

0

Hoje, dia 6, às 8h30, na sala dois do Ministério Público, o Núcleo de Apoio à Infância e à Adolescência (Naia) estará realizando uma audiência com o intuito de avaliar a campanha de piercings e tatuagens.

A mesma defende que crianças e adolescentes com menos de 16 anos sejam proibidos de colocarem piercings ou de tatuarem o corpo, mesmo com consentimento dos pais. Já os que tiverem idade entre 16 e 18 anos, teriam que apresentar uma permissão, por escrito, dos pais ou responsáveis.

O assunto vem sendo discutido desde o ano passado quando foi assinado um Termo de Ajuste pelo Naia do Ministério Público e promotorias de Justiça da 16ª e 17ª Varas Cíveis, Promotoria de Saúde, conselhos de Medicina e de Odontologia, órgãos de saúde pública do Estado e do município e profissionais da área.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais