Auditores definem rumos da greve

0

Cantidiano Novais:”avanços não foram tão significativos”
O Auditores Tributários do Estado de Sergipe resolveram finalizar a greve. A categoria aceitou voltar ao trabalho após o comprometimento do Governo em pagar a produtividade variável. Já o servidores do Sindicato do Fisco do Estado de Sergipe (Sindifisco), reunidos em Assembléia na manhã desta sexta-feira, 5, deliberaram pela manutenção da greve por tempo indeterminado.

Para o presidente do Sindicato dos Auditores Tributários (Sindat), Marcos Lima, o pagamento da produtividade variável foi uma decisão acertada do Governo. Ele afirmou ainda que diante dessa sinalização será possível retornar ao trabalho o mais rápido possível. Os servidores receberão a produtividade em folha complementar retroativamente desde o mês de julho. 

Já o presidente do Sindifisco, Cantidiano Novais, os avanços não foram tão significativos. Apesar de os servidores da categoria também terem conseguido a produtividade variável, ele avaliou que esse foi um pequeno passo diante das reivindicações da categoria.

“Ainda existem vários pontos que precisamos implementar, como a correção do erro dos cálculos do adicional noturno e a revisão da portaria que estabelece as metas de arrecadação  no último trimestre desse ano. Também queremos resolver sobre a exclusão dos aposentados de parte do produto fiscal,mas o motivo mais determinante foi a notícia de que haveria o corte de direitos constitucionais daqueles que não compareceram aos Postos Fiscais”, disse.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais