Aumento do dólar traz um Natal de carestia

0

O Natal do ano passado certamente entrará para a História como o Natal do racionamento. A falta de produção de energia elétrica levou a um racionamento que praticamente atingiu os habitantes de todo o país. Em Aracaju, por exemplo, a Energipe não instalou a árvore luminosa da Coroa do Meio justamente por causa do racionamento. O Natal deste ano periga entrar para a história como o Natal da carestia. Ou da recessão – como quiserem. De fato, enquanto a primeira parcela do 13º salário já foi paga pelas empresas e o governo e prefeitura já liberaram os pagamentos de novembro, a população tem se retraído nas compras por conta da carestia. Sob a desculpa do aumento do dólar, os preços estão dando pulos estratosféricos e, naturalmente, afugentando possíveis compradores. A coisa está mesmo feia, sem dúvida.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais