Aumento para os policiais militares

0

Foi, sem dúvida, uma das mais longas sessões que a Assembléia Legislativa já assistiu. Começou as 14h30 com poucos deputados. Depois foram chegando mais deputados, recrutados pelo governo do Estado. As deputadas Lila Moura e Celinha Franco – que estavam se preparando para viajar – suspenderam as viagens e foram para a Assembléia.

 

Até as 20 horas de ontem ainda se discuta o projeto que causou toda a celeuma: o de aumento dos servidores militares. Já pela manhã, uma reunião de três horas entre o líder do governo, Venâncio Fonseca, o secretário de Governo, Nicodemos Falcão, e as lideranças da Polícia Militar definiu pela aprovação de oito emendas ao projeto original. Mas, os policiais queriam mais tempo para estudar detalhadamente o projeto.

 

Tanto que foi dada entrada no gabinete da presidência a um pedido para que a votação só ocorresse no final do mês. Mas, o governo decidiu votar ontem mesmo o projeto original, e só na 3ª votação submeter as emendas a votação. A Oposição ameaçou até se retirar do plenário, mas, por fim, decidiu pela obstrução da matéria. A votação encaminhou-se noite adentro.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais