Autor de homicídio na galeria se apresenta ao DHPP

0
Delegado Kássio Viana explica que não há dúvidas sobre a autoria do crime (Foto: SSP/SE)

O homem que está sendo investigado pelo assassinato de Sérgio Silva Santos, 32, dentro de uma galeria comercial no bairro São José, se apresentou ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) na tarde desta segunda-feira, 14. Cosme Danilo da Conceição, de 32 anos, prestou depoimento ao delegado Kássio Viana e explicou que agiu em legítima defesa.

De acordo com o delegado Kássio Viana, Cosme é vendedor de coco, mas explicou que dorme na galeria e presta serviços de limpeza e vigilância. Ao delegado, Cosme relatou que por volta das 2h, quando fazia a limpeza do local, foi surpreendido com a chegada de Sérgio, que estava armado com uma faca [faca usada por Cosme na venda de coco] e dizia que ia matá-lo. Cosme disse ainda que dois entraram em luta corporal, que só acabou quando Sérgio foi ferido e desmaiou. Ainda no depoimento, Cosme disse que conhecia Sérgio das redondezas e relatou acreditar na tentativa de assalto.

O delegado não tem dúvida sobre a autoria do crime, mas dará prosseguimento às investigações para saber se a versão apresentada pelo acusado é verdadeira. "Não há motivo aparente para pedir a prisão dele, mas vamos ver durante as investigações se existe essa necessidade. Do ponto de vista de autoria, esse crime está elucidado. Agora vamos investigar se a versão é verdadeira ou não e se, de fato, houve legítima defesa", explica o delegado Kássio Viana.

Crime

O crime ocorreu no último sábado, 12, em uma galeria comercial que fica na rua Campo do Brito. O vigilante teria entrado em luta corporal com um homem que invadiu o local para realizar um assalto. O assaltante foi ferido e não resistiu aos ferimentos. O vigilante acionou a Polícia Militar e o Samu, mas logo deixou o local.  A vítima, conforme informações da Polícia Civil, já tinha cumprido pena por roubo.

Por Verlane Estácio

Comentários