Autor de música usada em campanha do PT exige benefício

0

O compositor de uma das músicas utilizadas na campanha eleitoral do Partido dos Trabalhadores (PT), José Adailton, conhecido como Natar, foi à Radio Jornal na manhã de hoje, 12, denunciar que passados mais de um ano após a eleição, ele ainda não recebeu o benefício que lhe foi prometido com a doação da música.

 

“Eu assinei o documento (uma declaração de doação de serviço) confiando que eles iam me ajudar, que eu iria trabalhar em Aracaju”, declarou Natar. A assinatura do termo aconteceu em um comício que ocorreu na cidade de Itabaianinha e a partir de então a sua música, que traz o refrão “Eita que eles estão aperreados”, passou a ser amplamente veiculada em campanha.

 

Para rebater as acusações o presidente do PT, Márcio Macedo, declarou em entrevista que ficou surpreendido com as acusações e que estas não procedem. Segundo ele, a música foi uma doação do Natar e que não teria prometido nada ao compositor. Ele disse ainda que tem consciência que se o fizesse estaria cometendo um crime eleitoral.

 

Diante das declaração, a assessora do Democratas, Eliz Moura, informou que o partido irá entrar com ação de crime eleitoral contra o PT. “O Democratas acha que tem o direito de apresentar essas declarações na Justiça, pois colocam em questão a prestação de contas do Partido, já que a declaração de doação de serviço está sendo contestada. Essa é uma denúncia gravíssima”, declarou.

 

Para Márcio Macedo, a assessora “construiu uma tese tendenciosa para politizar um assunto que eu considero que é um grande mal entendido e que será resolvido e esclarecido na Justiça”.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais