Balanço da Deso mostra recuperação da empresa

0

Um aumento de dez ponto oito na receita bruta e de dezesseis ponto dois no lucro bruto. Estes são alguns dos muitos percentuais positivos apresentados pelo balanço anual da Companhia de Saneamento de Sergipe (DESO) referente ao exercício de 2009. Em 2009, a empresa teve uma geração de caixa liquida operacional de R$ 26,4 milhões, o que significa um crescimento de 45 por cento em relação a 2008.

De acordo com o presidente da DESO, sr. Max Montalvão, o resultados positivo do balanço, pelo segundo ano consecutivo, é fruto do irrestrito apoio dado a companhia pelo governadoro Marcelo Deda. Em números a empresa teve em 2009 uma receita operacional bruta de R$ 250,61 milhões e um lucro de R$ 690 mil, o que equivale a um aumento de 260%, já que em 2008 a empresa lucrou apenas R$ 191.555.

Do total da receita, o faturamento com os serviços de abastecimento de água correspondeu a R$ 220,64 milhões. Vale ressaltar que, embora ainda de forma modesta, a Companhia já está remunerando o patrimônio dos acionistas. Outro dado do balanço é o custo de operação e manutenção, que aumento apenas 7,8%, embora no período tenham sido feitas muito mais ligações de água e fortes investimentos em esgotamento sanitário.

Por Ivan Valença

Comentários