Bancários entram no 12º dia de greve

0

Bancários fizeram uma mobilização no calçadão da João Pessoa
Entrando no 12º dia da greve nacional, os bancários de Sergipe realizaram na manhã desta segunda-feira, 5, uma manifestação no calçadão da avenida João Pessoa, em frente a uma agência da Caixa Econômica Federal. Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários, José Souza, a última rodada de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não foi satisfatória, portanto a greve continua ainda sem previsão de encerramento.

“O banqueiro vem mantendo sua taxa de lucratividade durante todo este ano. A crise deu indícios de que já passou. Não tem sentido o bancário ficar mais um ano sem um incremento em sua remuneração”, declarou o presidente do sindicato, José Souza.

Além da manifestação, os bancários em greve tiraram o dia para intensificar a participação de agências bancárias na paralisação. De acordo com o presidente, das 20 agências do Banese na capital, apenas 14 aderiram à greve. “Durante toda esta manhã nossos companheiros têm visitado as agências bancárias do Banese que ainda não aderiram ao movimento, tanto na capital como no interior”, informou Souza.

Presidente do Sindicato dos Bancários, José Souza
Para ele, quanto maior a adesão de agências bancárias ao movimento, mais rápida será a greve, uma vez que dessa forma os interesses da categoria ganham força. E sobre os prejuízos que o movimento traz à sociedade, o presidente diz que “qualquer greve afeta a população, a não ser a greve de fome feita por apenas um indivíduo. Mas o auto-atendimento está liberado, o serviço bancário básico está garantido”.

Como têm feito desde o início da greve, os bancários se reúnem em assembléia nesta tarde, a partir das 17h, na sede do Sindicato dos Bancários. Durante a reunião, eles vão avaliar o movimento e definir os próximos passos da categoria.

Por Helmo Goes e Glauco Vinícius

Comentários