Bancários querem reajuste de 18%

0

José Souza, presidente do sindicato dos Bancários
Durante assembléia geral realizada na noite de quarta-feira, 30, no auditório da sede do Sindicato dos Bancários, a categoria definiu, dentre outras coisas, o índice de reajuste salarial para 2010/2011. “Vamos levar para a Bahia uma proposta de índices de reajuste de 18% que será apresentada pela delegação de Sergipe”, revelou o presidente do sindicato dos bancários José de Souza.

O presidente ainda informou que a delegação se posicionará de maneira favorável ao piso salarial proposto pelo Dieese. “Durante a assembléia o Dieese apresentou o cenário mostrando o desempenho dos bancos, além de uma pesquisa nacional onde tivemos um parâmetro que facilitou a definição das nossas propostas de reajuste”, pontuou.

José de Souza ainda ressaltou que em relação ao programa de reestruturação da Caixa Econômica Federal a categoria conseguiu um avanço. “Aconteceu uma negociação com a executiva nacional de empregados e a Caixa informou que estava suspendendo o programa de reestruturação” explicou.

De acordo com o presidente do sindicato, mesmo com a suspensão, o clima de insegurança ainda permanece entre os funcionários. “Essa suspensão não gera segurança, pois nas entrelinhas essa proposta pode voltar a qualquer momento, afinal é uma suspensão de 60 dias”, comentou

José Souza ainda pontuou que a Caixa suspendeu um programa e implantou outro. “É o tal do morde e assopra, suspende a reestruturação mas implantou a  partir de hoje [1°] o programa de funções e gratificação que mexe na estrutura de plano de cargos e salários, agradando a poucos e desagradando a muitos”, relatou o presidente, pontuando que o sindicato não assinará acordo com a Caixa com esse novo Programa de Cargos e Salários.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais