Bandidos arrombam e queimam casa

0

Apesar do estrago ninguém observou o incêndio (Fotos: Portal Infonet)

O funcionário público Wilson de Melo Dias levou um susto ao chegar em sua casa localizada na Atalaia Nova, município de Barra dos Coqueiros, e encontrar a propriedade destruída, por causa de um incêndio. De acordo com a vítima, no início da semana a casa foi arrombada e vários pertences foram revirados. Na madrugada de quinta-feira, 7, a casa foi invadida novamente, só que dessa vez o imóvel foi incendiado.

“Essa casa já foi arrombada umas cinco vezes, mas nunca tinha acontecido uma coisa como essa. Estou muito assustado e não sei por onde recomeçar”, lamenta Wilson.

Wilson, que é professor, conta que a casa é usada como veraneio e que costumava frequentar o local nos finais de semana. “É uma casa que existe há 29 anos, minha família vinha para cá e descansava, agora tudo

A sala ficou completamente destruída
ficou destruído. Um prejuízo que não sei calcular”, diz Wilson de Melo. Ele ressaltou que nada foi levado da casa após o incêndio.

“A casa não tinha objetos de valores. Até eletrodomésticos não eram mais guardados, justamente temendo que fossem levados. O prejuízo ficou por conta da casa que teve a sala destruída, além de sofá e uma geladeira também foi queimada”, diz, tentando contabilizar os prejuízos.

O que causa estranheza é o fato de o incêndio não ter sido observado pelos vizinhos e de nada ter sido levado. “Não sei quem apagou as chamas, conversei com os vizinhos e me

A geladeira foi jogada no quintal e queimada
disseram que tinham visto alguém rodando por aqui, não sei de mais nada. A polícia técnica já esteve na casa e agora vamos aguardar que a polícia encontre quem fez isso”, diz.

A informação da vítima é que foi prestado um boletim de ocorrência na Delegacia da Barra dos Coqueiros, onde o caso permanece sendo investigado.

Por Kátia Susanna

 

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais