Bar da Croa do Goré será demolido

0

Segundo Defesa Civil, bar não tem mais condições de funcionar
O proprietário do bar localizado na Croa do Goré, no Mosqueiro, onde dez pessoas ficaram feridas após uma parte da estrutura do local ceder no último sábado, 2, tem até esta quinta-feira, 7, para comparecer à Defesa Civil do Estado e receber as exigências necessárias para que o local volte a funcionar. A informação foi passada pelo Major Mendes, coordenador do órgão, na manhã desta terça-feira, 5.

De acordo com Mendes, o bar não tem mais condições de funcionar e deve ser demolido. A ação ficará a cargo do proprietário do estabelecimento. Caso ele não consiga, a defesa Civil deve providenciar o suporte necessário à demolição. O coordenador da Defesa Civil explicou que a estrutura foi construída de forma artesanal, sem nenhum acompanhamento ou critério técnico. “Não havia segurança alguma para os freqüentadores. A estrutura do bar, daquela maneira, não pode mais existir”, afirmou.

Estrutura está comprometida / Fotos: Defesa Civil
Para dar prosseguimento à atividade naquela região, o empresário deverá, segundo o major, apresentar um novo projeto com condições estruturais seguras e sob o aval de um profissional técnico. “Ele deverá submeter esse novo projeto à aprovação da Prefeitura de São Cristóvão, ao Corpo de Bombeiros, à Adema e à Vigilância Sanitária”, completa Mendes.

Ele acrescenta, ainda, que até o acidente nenhum tipo de denúncia contra a estrutura do bar havia sido feita na Defesa Civil. Por isso, nenhum outro órgão de segurança havia notificado o proprietário do local para que se adequasse. “Nunca houve nada que motivasse uma ação contra o estabelecimento. Nós ficamos sabendo do ocorrido através da imprensa”, lembra.

Comentários