Base governista consegue aprovar fim da Segrase

0

Empresa é extinta após votação apertada
Com doze votos a favor e dez contra, a extinção da Empresa de Serviços Gráficos de Sergipe – Segrase – e transformação da mesma em autarquia foi aprovada nesta quarta-feira, dia 23. Havia a expectativa dos funcionários da empresa que os deputados Marcos Franco (PMDB), Antônio Santos (PSC) e Lila Moura (PFL) votassem contra o projeto, mas eles acompanharam a liderança governista. Além disso, o deputado Ulices Andrade (PSDB) – que apoiou a causa da Segrase – não participou da votação. 

                       

Agora, o governo de Sergipe pode nomear mais 33 servidores comissionados, que irão engordar a folha atual de R$ 120 mil em mais R$ 18 mil. No futuro, segundo o projeto de lei, o quadro de pessoal do futuro Departamento Estadual de Serviços Gráficos – Degrase – será formado, apenas, por servidores estatutários. A extinção da Segrase também irá proporcionar, segundo o Governo do Estado, uma economia de R$ 2 milhões ao Estado, por conta de uma dívida acumulada com a  empresa.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais