Batistão: Casas servem de abrigo para moradores de rua

0
Moradores reclamam que casas agora são usadas como abrigo para

As famílias que residiam na avenida Anízio Azevedo, bairro Treze de Julho, vizinho ao Batistão já deixaram as casas no último dia 4 de junho. Os moradores cumpriram a determinação judicial e já estão morando em casas alugadas. Mas o local agora virou abrigo para moradores de rua e drogados. A denúncia foi feita pelos ex-moradores. Embora estejam arcando com os custos do aluguel, as famílias receberão um auxílio moradia no valor de R$ 300 reais e foram cadastrados para receberem casas construídas futuramente pelo Governo do Estado.

Segundo o morador Ademir Melo, assistentes sociais da Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides) estiveram nas residências para comunicar que as famílias teriam que sair. Contudo, reclama que as residências estão servindo de abrigo para moradores de rua e usuários de drogas.

“O que a gente não entende é que eles exigiram a saída imediata das famílias e as casas ainda estão lá para serem demolidas. Agora drogados estão usando as casas para se abrigar”, disse Ademir.

Ele reclamou ainda, que não recebeu o auxílio aluguel prometido pela Seides e disse que está arcando com os custos em uma casa localizada no bairro 18 do Forte. “Nós saímos no dia 4 de junho como foi pedido, mas até agora estamos à espera do contrato para assinar. Não recebemos ainda o auxílio aluguel e estamos pagando tudo do próprio bolso”, diz.

moradores de rua e usuários de drogas

A proprietária de uma oficina que funcionava no local, não teve como levar todo o material e abandou a maioria de seus pertences.

Seides

A assessoria de comunicação da Seides informou que as famílias devem procurar a secretaria com o contrato de aluguel em mãos para que recebam o auxílio. Desta forma, os mesmos vão estar automaticamente inseridos no Projeto Minha Casa Minha Vida, quando irão entrar para a fila de espera.

Entenda

Os moradores tiveram que deixar as casas, após o governador Marcelo Déda (PT) ter anunciado que na primeira quinzena de maio deste ano, o Governo do Estado estaria dando as ordens de serviço para as obras de ampliação e modernização do Estádio Lourival Batista, o Batistão. O processo licitatório para a execução dos serviços orçados em R$ 15 milhões [em parceria com o Governo Federal] já foi aberto.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais