Bebê de quase oito meses é assassinado em Socorro

0

Wagner da Silva estava prestes a completar oito meses (Foto: Divulgação Facebook/Sergipe é Notícia)

Entre os corpos registrados pelo Instituto Médico Legal (IML) nas últimas 24 horas, o do bebê Wagner da Silva Dantas, de quase oito meses de vida. O menino foi assassinado com um tiro na cabeça, quando participava de uma festa de aniversário com os pais no Loteamento Cajueiro, conjunto Marcos Freire II em Nossa Senhora do Socorro, na noite deste domingo, 16.

O bebê era filho da dona de casa Mônica da Silva, 19 e do vendedor de cocos, Valmir Dantas, 28.  As primeiras informações dão conta de que a família estava participando de uma festa na casa de um amigo, que poderia ser o alvo dos disparos feitos por dois homens que saíram de um terreno ao lado casa, atirando.

Valmir estava na porta como bebê e o amigo [o dono da casa]. Os dois teriam entrado correndo, mas o pai do garoto havia tropeçado derrubando a criança que foi atingida na cabeça.

O menino foi levado ainda com vida ao Hospital José Franco, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia está investigando a motivação do crime e faz diligências na tentativa de prender os autores dos disparos.

"Quando eu vi já foi o amigo do meu marido com meu filho nos braços todo ensaguentado. Eu peguei e sai correndo pela rua. Vinha passando um homem de moto, eu pedi e ele ajudou levando a gente para o hospital, mas meu filho morreu logo. Eu não sei quem fez essa maldade", diz Mônica em entrevista ao Portal Infonet acrescentando que tem outro filho de três anos, mas que mora com a mãe dela.

Wagner da Silva Dantas faria oito meses no próximo dia 29 de março. O sepultamento ocorreu na manhã desta segunda-feira, no cemitério de Nossa Senhora do Socorro.

Outros corpos

José Domingos dos Santos, 36 morreu no Povoado Limeira, município de Santa Luzia do Itanhy, vítima de homicídio arma de fogo. José dos Santos, natural do Povoado Salina, morreu no Hospital de Urgência de Sergipe, vítima de acidente de trânsito com moto. E Cleiton Neres de Castro, 25, também procedente do Huse, morreu vítima de homicídio por arma de fogo.

Por Aldaci de Souza

Comentários