Beneficiários não devem compartilhar dados do CadÚnico

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Coordenadoria de Políticas de Transferência de Renda, vinculada à Diretoria de Gestão Social da Habitação da Secretaria Municipal da Assistência Social, segue as orientações do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) em alertar aos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) da capital como devem proceder para evitar golpes que possam implicar no roubo de dados do Cadastro Único (CadÚnico) ou até o saque do benefício.

Beneficiários de todo país, inclusive de Aracaju, têm recebido via e-mail, WhatsApp ou SMS, links solicitando atualização de cadastro ou algum tipo de informação pessoal. A orientação é que o beneficiário não acesse de maneira alguma esse tipo de contato, já que a realização do processo acontece apenas no formato presencial nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Caso o beneficiário receba esse tipo de mensagem, é importante denunciar imediatamente no Disque Social 121.

“Nenhum cadastro é atualizado por rede social ou link. A atualização cadastral é feita diretamente nos postos de atendimento do Cadastro Único que aqui em Aracaju estão nos 17 Cras da capital. Inclusive, já fomos surpreendidos por uma beneficiária que esteve em um dos nossos equipamentos informando ter acessado esses links. Então, a gente alerta para que jamais cliquem nesses links e não passem nenhuma mensagem através do WhatsApp, porque a gente sabe e o Governo Federal já tem alertado que isso é golpe. Caso o beneficiário tenha alguma dúvida, que se dirija ao Cras do bairro ou ligue para o número 121, que é a central de relacionamento do MDS”, explicou a coordenadora de políticas de transferência de renda, Yolanda de Oliveira.

De acordo com o MDS, o Governo Federal e a Caixa Econômica Federal só se comunicam com os beneficiários através dos seguintes canais oficiais: mensagem no extrato de pagamento do Bolsa Família; mensagens nos aplicativos do PBF, Caixa Tem ou CadÚnico; carta de concessão de benefícios; carta de envio do cartão do PBF; e carta de repercussão do acompanhamento de condicionalidades.

Cadastro Único
O CadÚnico é a porta de entrada não só para o PBF, mas para população ter acesso a diversos programas sociais do Governo Federal, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), Tarifa Social de Energia Elétrica, Água Para Todos (Cisternas), Minha Casa Minha Vida, ID jovem para pagar meia entrada ou entrar de graça em shows ou no transporte, Carteira da Pessoa Idosa, entre outros.

Fonte: Assistência Social Aracaju

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/0029Va6S7EtDJ6H43FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais