Bicicletada homenageia ciclista no dia 14

0

Foto Ilustrativa
O movimento ‘Bicicletada Aracaju’ realiza no dia 14 uma pedalada em memória da ciclista paulista Márcia Regina de Andrade Prado, uma das figuras que mais se destacou na busca pela garantia dos direitos da bicicleta como meio de transporte. Ela morreu em janeiro 2009 após ser atropelada por um ônibus na Avenida Paulista e desde então é homenageada por ativistas e ciclistas de todo o país.

O ato começa às 19h30, com a concentração dos ciclistas no Calçadão da Praia 13 de Julho e a partir das 20h30 o grupo deve percorrer algumas das principais ruas e avenidas da capital.  De acordo com Luciano Aranha, organizador, essa é a maneira de chamar à atenção para o respeito aos ciclistas por parte dos condutores.

“Em Aracaju há algumas áreas em que os motoristas respeitam os ciclistas, mas a gente reconhece que falta um programa de educação no trânsito para o uso da bicicleta como meio de transporte”, comenta Aranha. Ele acredita que deveria existir uma maior divulgação acerca das leis que amparam os ciclistas assim como se divulgou, por exemplo, a lei que obriga o uso de cadeirinhas para o transporte de crianças nos automóveis. “Uma lei só ‘pega’ quando é divulgada”, disse.

Apesar disso, no entanto, Luciano Aranha reconhece que a capital sergipana é uma cidade em que há a facilidade de se pedalar. As ciclovias implantadas nas principais vias da capital podem ser citadas como exemplo. Além disso, cresce diariamente o número de pessoas que adotam a bicicleta como meio de transporte posto a situação atual do transporte coletivo.

“De uma forma geral as pessoas dão mais espaço ao ciclista, mas deve existir o interesse político para que a bicicleta seja utilizada como meio de transporte”, completa Aranha.

Comentários