BNB estuda indústria têxtil

0

O Banco do Nordeste realizou estudo sobre a indústria têxtil e de confecções, abrangendo as peculiaridades desse setor, em nível mundial, nacional e regional e abordando em especial os desafios e oportunidades que se apresentam a cadeia têxtil e de confecções do Brasil e do Nordeste em particular.

 

Preparado pelo engenheiro Fernando Luiz Emerenciano Viana, pesquisador do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste, o estudo sugere, entre outros pontos, aumentar a produção de algodão na região e resolver os gargalos de logística e transporte, aumentar a competitividade da cadeia têxtil de produtos sintético, com foco nas exportações e diminuir o nível de informalidade do setor de confecções.

 

Aponta também a necessidade de maior integração do setor têxtil propriamente dito com o setor de confecções, sugere a tentativa de acordos preferenciais de acesso aos mercados Estados Unidos e União Européia, e propõe maior integração entre as empresas do setor de confecções, visando aumentar o poder de barganha com fornecedores e clientes.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais