Boca do Jacaré: moradores aliviados

0

Comunidade do Jacaré aliviada com a desapropriação da área
Na manhã desta segunda-feira, 19, as famílias da Boca do Jacaré tiveram audiência no Ministério Público com relação à desapropriação do terreno. A questão que estava sendo avaliada há 15 anos foi resolvida na semana passada pela Prefeitura de Aracaju. O terreno de 12.375 m² ocupado por cerca de 226 famílias foi considerado área de interesse público e social.

O promotor do meio ambiente, Renê Erba, ficou satisfeito com a resolução e destacou o trabalho da Defensoria Pública e da comunidade na busca da solução do impasse.

De acordo com o procurador do município, Luiz Carlos Santana, após decreto de desapropriação será feito uma avaliação do

O decreto foi assinado pelo prefeito da capital
terreno para o pagamento da indenização aos proprietários. “Acredito que em 15 dias essa avaliação estará pronta e de forma justa será feito o pagamento da indenização em juízo”, salientou o procurador.

Um dos proprietários do terreno lamentou não ter sido convocado para o anúncio da desapropriação e disse que espera que todos sejam beneficiados. “É bom ressaltar que a família sempre esteve disposta a colaborar com a negociação e esperou durante estes 15 anos que algo fosse feito. Agradeço a sensibilidade do prefeito, mas esperamos que assim como as famílias todos possam ser beneficiados com a negociação”, lembrou o engenheiro Alípio José Viana.

Ministério Público elogiou o empenho na solução da questão Fotos: Portal Infonet
Moradora da localidade há seis anos, a promotora de vendas Elida Moreira comemora o sonho da casa própria. “Tinha dias que sonhava com o trator derrubando a minha casa, foi um momento muito ruim para todos os moradores. Quero agradecer à Defensoria Pública e à Justiça por ter nos orientado a resolver essa questão”, disse.

 

 

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais