Bolsa Família será fiscalizado por Rede Pública

0

Depois de denúncias de irregularidades no Bolsa Família, o Governo Federal, buscando garantir que o dinheiro do programa de transferência de renda chegue efetivamente à população mais pobre do País, lançou a Rede Pública de Fiscalização do Bolsa Família. A iniciativa foi divulgada, na semana passada, pelo o presidente da República e pelo ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS -, Patrus Ananias.

A Rede de Fiscalização funcionará em parceria com os Ministérios Públicos Federal e Estaduais, com a Controladoria Geral da União – CGU – e o Tribunal de Contas da União – TCU. O desenvolvimento de um trabalho conjunto tem por objetivo fortalecer o controle do Bolsa Família e evitar que aqueles que não têm direito, recebam o benefício. Hoje, o trabalho de fiscalização de cada um desses órgãos é feito de forma isolada, não havendo troca de informações com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

A expectativa do governo é de que, com implantação a da Rede de Fiscalização, os órgãos passem a trabalhar de forma integrada com o ministério. A Rede terá como objetivo assegurar o acesso da população mais pobre aos benefícios do Bolsa Família; realizar o monitoramento e o controle do cadastramento das famílias, além de garantir o cumprimento das contrapartidas e da oferta de ações complementares, como a oferta de microcrédito, de programas profissionalizantes e de alfabetização.

Mais informações através da Assessoria de Imprensa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, pelo telefones (0xx61) 225-9604, 313-1132, 2107-9338.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais