Cães e gatos abandonados sofrem com doenças

0

Gatos abandonados são atacados por cachorros (Fotos: Portal Infonet)

Cuidado de funcionários não atende à grande demanda

Jayane: doações e solidariedade mantém os animais

Na Universidade Federal de Sergipe (UFS), os espaços entre prédios tornaram-se lar para dezenas de gatos e cachorros. Muitos animais doentes são abandonados no local, e dependem da solidariedade de quem freqüenta a UFS para receber cuidados. Suscetíveis a doenças pelo contato direto com os animais, funcionários pedem a transferência dos gatos e cães para locais especializados.

Segundo a fiscal de didáticas Sandra Regina, são freqüentes os casos de animais gravemente feridos ou mesmo mortos. “O pessoal vem de carro à noite e deixa os bichos aqui, de qualquer maneira. Só esta semana foram cinco filhotes mortos, por que os cachorros atacam os gatos mais novos. Eles acabam mutilados, e às vezes nem resistem. Isso sem contar os que já chegam com sarna e outras doenças”, relata.

Sandra afirma que o cuidado dos voluntários não é suficiente para atender tantos animais. “Algumas pessoas ficam com pena e levam os gatos e cachorros para casa, e pagam do próprio bolso o tratamento quando eles estão doentes. O pessoal traz ração, comida, bota água para eles, mas não tem como dar conta de tantos. E às vezes não tem nem como cuidar, por que a gente fica com medo de pegar alguma doença também. O ideal seria levar todos para um abrigo de animais”, expõe.

Projeto

Jayane Santos Guimarães, aluna do departamento de Biologia, destaca a ação do Projeto Ecológico UFS, que desenvolve ações de cuidado aos animais. “Não faço parte do projeto oficialmente, mas sempre procuro ajudar e cuidar dos filhotes. O projeto depende de doações para alimentação e cuidados médicos, e a demanda é grande”, descreve.

O projeto faz parte do programa UFS Ambiental, que reúne iniciativas de cunho socioambiental, a exemplo da coleta seletiva, redução de desperdício e economia de água e energia.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais