Camarotes são liberados e salão de festas é interditado

0

Os camarotes que até ontem, 10, estavam impedidos de funcionar no Pré-Caju foram liberados hoje, 11, depois que regularizaram questões estruturais e as documentações exigidas pelo Ministério Público Estadual (MPE). No final da tarde de hoje as licenças de funcionamento foram concedidas pela Empresa Municipal de Obras e Urbanismo (Emurb).

 

O promotor de Justiça, Sandro Luiz da Costa, que participou ontem da vistoria e pediu a interdição dos camarotes, informou que deverá passar na noite de hoje, 11, pessoalmente para verificar se os camarotes estão realmente de acordo com as exigências.

 

 

Salão costumava fazer shows com som muito alto, o que incomodava os vizinhos/ Foto: Gabriel Manzano
Salão interditado

 

Mais uma ação promovida pela Promotoria de Meio Ambiente, que tem a frente o promotor Sandro Luiz, provocou o fechamento de um salão de festas localizado na Coroa do Meio. A decisão judicial foi expedida pelo juiz substituto da 3° Vara e executada na tarde desta sexta.

 

Segundo o promotor, em 2004 foi assinado um termo de ajustamento de conduta visando fazer ajustes acústicos para não incomodar a vizinhança com a poluição sonora. A ação foi motivada por denúncias de vizinhos. Por não terem se adequado às determinações e depois de vários anos de discussão para que regularizassem a situação de licença ambiental e licença de funcionamento o salão foi interditado pela Justiça.

 

O espaço só volta a funcionar depois da regularização das licenças e da adequação da acústica do ambiente. Para o promotor, “vai ser meio difícil a proprietário conseguir a licença porque ali é uma área residencial”, informou.

Comentários